Estranho esse tema né? O que tem Leilão a ver com pandemia? Alguma correlação?

Pois é, houve uma influência direta em todos os leilões. Como ocorrido em vários ambientes digitais o tempo gasto pelas pessoas em sites de todos os tipos aumentou consideravelmente e o leilão veio na carona do digital. Logicamente, estamos falando de ambientes digitais e não presenciais que mesmo antes da pandemia já haviam perdido muito espaço e praticamente passaram a ser raros.

Todo este tempo a mais que as pessoas passaram em casa elas estiveram buscando novas informações, fizerem vários cursos, participaram de diversas lives e reuniões por zoom etc. Todo este cenário também contribui para que elas passassem a se informar de outras atividades relacionadas a esse mundo digital, e o leilão não ficou de fora.

As pessoas interessadas em imóveis acabaram testando novas formas de compra, que saíssem um pouco do tradicional modo de compra. 

Interessante isso não é mesmo, como a mudança apresentam consequências que poderiam parecer improváveis. Eu, particularmente, achava que toda esta pandemia afastaria qualquer novo interessado. E aqui pessoal, é uma opinião pessoal de conversas que tive com leiloeiros, portanto não trago nenhuma fonte.